quarta-feira, 22 de outubro de 2008

De madrugada

Acidentes não tem hora para acontecer, veterinário não tem hora para trabalhar. É uma profissão gratificante mas maçante às vezes. Você fica no consultório o dia todo, esperando uma alma, não entra nem mosquito. Você então vai contar todas as seringas, todas as ampolas, comprimido por comprimido... e o tempo não passa. Então você resolve procurar os lugares mais inusitados para ter pêlo de cachorro, sobre o monitor, embaixo dele, dentro do computador então!! tinha até pêlo enrolado na bolinha do mouse. Faxina feita, o tempo não passa. Você começa a revisar as fichas, lembrar dos casos, passar raiva com os calotes, pensa nas contas pra pagar. E o tempo não passa. Quando finalmente chega a hora de fechar, você fecha o caixa = R$ 0,00 = na verdade menos R$ 7,80 porque você almoçou, e vai pra casa.
Em casa seus cachorros vem pular em você, o gato vem pedir comida, eles não sabem o quanto você está cheia de paciência com eles, mas cumpre bem o papel de mãe. Depois que o gato está empanturrado e os cachorros na varanda com medo de você, daí vem a vontade de tomar um banho e dormir. Mas, adivinha o que acontece? O telefone toca, você tem que ir atender uma emergência, o proprietário relata: doutora, meu cachorro passou o dia vomitando, esperei pra ver se melhorava mas não melhorou, a senhora pode atender agora?
Ele passou o dia vomitando, o cliente passou o dia esperando ele melhorar, eu passei o dia arrumando o que fazer... mas vou ter que trabalhar de madrugada!!!
Isso acontece mais do que você imagina.
A gente sai de casa indignada, mas ao ver o paciente, ao começar o exame físico, aparece uma paz, uma tranquilidade, uma sensação de bem estar por poder ser útil, mesmo que às 3 da manhã, veterinário reclama mas é tudo igual... adora trabalhar!!!

Não se esqueça de seguir o blog, por Seguidores ou FEED.

• Diário de uma Veterinária


Bookmark and Share

4 comentários:

Ana Luíza Ribeiro da Silva disse...

Prima da minha vida....
Qnt saudade.....
Gostei muito do seu blog....
Ainda n li tudo mais vou ler...
Beijos
Te Amo

Aline Vachelli disse...

Adorei suas histórias!!!
Já ri um bocado aqui... Serei uma frequentadora assídua do seu blog...rs.. adoro histórias do cotidiano!
Parabéns...
Bjos

Veterinária disse...

Isso é a pura verdade!!!! rsrsrsrsrs

Carina disse...

Nunca chamei veterinário(a) de madrugada... Liguei numa tarde. E não estava na clínica. Deveria já ter terminado de contar os fármacos e limpar tudo. Rsrs. Adoro teus textos.