quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Alice e o Gato


- Gato de Cheshire, pode dizer-me, por favor, que caminho eu devo seguir para sair daqui?
- Isso depende, em grande parte, do lugar onde se quer chegar.
- Não me importa muito o lugar – disse Alice.
- Então, tampouco, importa muito o caminho a seguir – replicou o gato.
- ... Desde que chegue a algum lugar – acrescentou a menina.
- Oh, você sempre chegará a algum lugar se caminhar o suficiente!”

Sempre que eu volto de São Paulo, Salvador ou Brasília, eu quero ir embora daqui.
Eu amo a clínica, gosto do meu trabalho nos frigoríficos, de Ilhéus, mas me entristeço por trabalhar o triplo e receber metade, do que um veterinário de outro lugar, fora de Ilhéus... 
Ahhh então eu me lembro de um amigo que mora em São Paulo, médico, que depois de muito batalhar, e recebendo 20 vezes mais do que eu, comprou um apartamento, que é metade do meu, e muito mais longe do mar.
Essa minha vontade de ir embora é reflexo do meu pólo inferior? Não sei, mas que me entristeço sempre que volto de viagem, isso é verdade.
Uma vez eu perguntei para a minha mãe, se ela tivesse no meu lugar, para onde ela iria, e ela me disse que achava que não ia para lugar nenhum, que achava minha vida “excelente”.
Por que eu não acho?
Talvez o caminho que eu queira encontrar seja aqui mesmo, talvez falte alguma coisa me mim, e não em Ilhéus. Eu devo estar insatisfeita comigo, e não com a cidade. Não sei, ainda vou pensar mais.
Não adianta perguntar o caminho para o gato se não sei para onde quero ir!

“Que essa minha vontade de ir embora se transforme na calma e na paz que eu mereço”

Não se esqueça de seguir o blog, por Seguidores ou FEED.

• Diário de uma Veterinária


Bookmark and Share

3 comentários:

Nancy disse...

Como assim ir embora???
VAI ABANDONAR O TVT??????????
Não pode... Quem vai adm a vincristina? rsrsrsrs
Bjuuuuu

Alice no País das Maravilhas disse...

eheheh você está 100% qualificada para administrar qq quimioterápico, nega!!!
Mando um cartão postal... ahaah, mas não vou por agora não, deixa acabar o mestrado, quem sabe daqui pra lá eu descobri oq eu quero
Bjo

Claudia Estanislau disse...

que foto espectacular :D