quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Ser mãe é padecer !! (no paraíso??)


A minha mãe sempre diz que filho faz a gente passar por cada situação, eu não sei, ainda não tenho filhos... mas eu já aprontei algumas com ela. Uma das últimas foi há cerca de 1 ano, quando eu cheguei de viagem e ela foi me buscar no aeroporto. Ao desembarcar eu abracei a mamãe, dei beijo... e não achei meu celular. Procurei, procurei e nada. Falei: mãe.. eu esqueci no avião!!!
Então falamos com o pessol da GOL. Atrasou o vôo, procuraram nas cadeiras, no chão e nada.
A minha mãe falava: minha filha você é muito esquecida, tem certeza que não deixou no hotel?
"Claro que não, mãe, eu deixei na bolsinha da frente da minha cadeira"
Mais uma vez questionamos e o pessoal da limpeza do avião chegou, perguntamos a todos e NADA. Minha mãe dizia: "Meu Deus, só você mesmo Alice, vamos abrir uma ocorrência então"
e eu cheia de razão: " claro mãe, eu deixei lá e não encontraram??? não acredito, quero meu celular"
Me pediram a minha identidade e quando eu fui pegar, achei o celular dentro da bolsa.
Eu tirei o celular e ofereci para o funcionário da GOL que estava, pacientemente, resolvendo nossos problemas:
"Quer?"
A minha mãe só não me bateu porque ela passaria vergonha, mais ainda. Tomei bronca até chegar em casa, ela esqueceu a saudade e a felicidade de encontrar com a filha... eu mereci. Depois disso, pode reparar, quando você sai do avião eles falam: lembre-se de levar todos os seus pertences, inclusive o celular!

Filho não é fácil, não me esqueço de uma cliente que sempre ia com a filha, de uns 13 anos. Então elas levaram um cachorro para vacina que depois eu soube que morreu atropelado, outro cachorro foi adotado, também foi para vacina e um mês depois me avisaram que tinha sido vítima de envenenamento. Até que no terceiro cachorro a menina fala durante a consulta:

"A minha mãe falou que aqui dá azar, depois que trouxemos os cachorros aqui, todos morreram"

"Menina, cala a boca, quando foi que eu disse isso??"

eu falo: "ehehe, bom, eles vieram para vacina e não atendi nenhum deles em emergência"

"Pois é, minha mãe falou que quando trouxe aqui, logo depois o cachorro foi atropelado, depois trouxe outro e logo em seguida morreu envenenado, ela disse que é azar daqui"

eu ri

a mãe de olhos esbugalhados, vermelha, querendo matar a filha:

"cala a boca menina, não fala besteira.... doutora, desculpe, essa menina é louca"

"mããããeee. foi você que me ensinou que não devemos mentir!!"

"também te ensinei a calar a boca, então CALADA"



Eu tenho certeza que essa criança apanhou em casa, bom, eu bateria!!


Não se esqueça de seguir o blog, por Seguidores ou FEED.

• Diário de uma Veterinária


Bookmark and Share

3 comentários:

Carlos Neto disse...

tah, esse ficou muito bom....

nem vou comentar oq jah fiz minha mae passar.

Anônimo disse...

hahaah


ficou muito bom

Carina disse...

Menininha sincera... Rsrs.